Cidades do interior do estado recebem a Mostra

De 02 de outubro a 03 de novembro, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté, no interior do Estado de São Paulo,recebem a 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

Serão exibidos filmes como Petróleo: o grande vício, produção franco americana de 2011 que mostra os bastidores do pior vazamento de petróleo da história, causado pela Deepwater Horizon. Ao expor as causas do vazamento de óleo e o que realmente aconteceu depois que as câmeras de televisão deixaram a região, os cineastas Josh e RebeccaTickell revelam uma vasta rede de corrupção.

"Petróleo: o grande vício"

“Petróleo: o grande vício”

Destaca-se também Quem Controla a água?, produção franco alemã de 2010 que mostra como duas grande empresas no mercado de abastecimento privado de água, as francesas Veolia e Suez, tiveram que entregar, relutantemente, a gestão do abastecimento de água de Paris de vota para a cidade, o mesmo acontecendo em relação à cidade francesa de Rouen. Outras cidades francesas também seguirão esse caminho. Mas não só na França: na América Latina, EUA, África e Europa surgem movimentos para trazer o abastecimento de água de volta às mãos dos cidadãos.

Cena de "Quem controla a água?"

Cena de “Quem controla a água?”

A fé nos orgânicos, documentário norte americano de 2012, revela o verdadeiro significado de “orgânico”. Filosofia e rótulo se separaram quando corporações entraram no negócio e “orgânico” se tornou uma marca. Mas há esperança: filme desenterra soluções inspiradoras para nossa saúde e para problemas ambientais. Cidadãos e comunidades estão resolvendo os problemas com suas próprias mãos, e a mudança está vindo do solo para cima.

Os infantis A Baleia (uma orca que tenta fazer amizade com pessoas depois de perder sua família) e Animais unidos jamais serão vencidos (animais se unem contra uma barragem e um resort que bloqueiam o abastecimento de água da planície africana) serão exibidos para os pequenos.

Cena de "A baleia"

Cena de “A baleia”

Os filmes serão exibidos em unidades do Sesc nas cidades participantes. A Mostra acontece simultaneamente também no litoral (Santos, Cubatão e Bertioga), nas cidades de Bauru e Piracicaba e na capital paulista (unidades Belenzinho, Carmo, Interlagos, Ipiranga, Itaquera, Pinheiros e Vila Mariana, além de chegar também a alguns CEUs, escolas e outros locais). Algumas universidades também se integram a esta nova etapa: Esalq/USP e Unimep (Piracicaba); Unimonte, Unisantos e Unisanta (Santos); e Unesp (Bauru).

Criada em 2012 com o objetivo de chamar a atenção para questões de meio ambiente, sustentabilidade, cidadania, governança, participação e políticas públicas, a Mostra oferece oportunidade de conferir filmes que reúnem qualidade cinematográfica e análise de questões ambientais, facilitando o acesso a discussões que muitas vezes fazem parte do cotidiano das pessoas sem que elas tenham oportunidade de refletir sobre isso.

2a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental – Itinerância é uma realização da ONG Ecofalante e do Sesc, e conta com apresentação da Mondelēz e patrocínio do Instituto Votorantim e White Martins. O projeto é realizado com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural 2012.

Informações sobre os filmes e sobre a programação, gratuita, estão disponíveis no site da Mostra. Para acompanhar de perto os bastidores e outras informações, fique de olho no facebook e no twitter.

Advertisements