17 cidades recebem a mostra

De 01 de outubro a 03 de novembro, a 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental volta à capital paulista e se expande para outras regiões do Estado. Em parceria com o Sesc, a Mostra vem agora em novo formato e atinge 17 cidades. Ao todo, serão exibidos 26 filmes de diversos países, abordando temáticas variadas sobre água, cidades, contaminação, economia, globalização, mobilização, e povos e lugares.

A Mostra itinerante acontecerá na Grande São Paulo (Osasco, Santo André e São Caetano), no litoral (Santos, Cubatão e Bertioga), no interior (Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté) e na capital paulista (unidades Belenzinho, Carmo, Interlagos, Ipiranga, Itaquera, Pinheiros e Vila Mariana, além de chegar também a alguns CEUs, escolas e outros locais). Algumas universidades também se integram a esta nova etapa: Esalq/USP e Unimep (Piracicaba); Unimonte, Unisantos e Unisanta (Santos); e Unesp (Bauru).

Cena de "Rios perdidos"

Cena de “Rios perdidos”

Onde estão os rios nas cidades? Quais são as boas iniciativas e caminhos inovadores nas grandes cidades para nos reconectarmos com a natureza? O que fazer com a exposição permanente a produtos químicos a que estamos submetidos? Quais são os perigos reais e imediatos do lixo para nossa saúde e para o planeta? O que a globalização e a facilidade de acesso à informação ocasionam às tradições ancestrais? Por que políticas públicas voltadas a alimentos e energia podem ser tão perigosas ambientalmente e o que podemos fazer a respeito? Como as grandes corporações se apropriam dos recursos naturais? Qual é o custo humano da agricultura geneticamente modificada? Estas são algumas das questões suscitadas pela Mostra.Debates temáticos acompanharão as sessões nas universidades e em algumas unidades do SESC.

Dentre os filmes exibidos estão:A Crise Global da Água (que traz ativista Erin Brockovich e especialistas esclarecendo o papel deste recurso natural em nossas vidas e os problemas do sistema atual de abastecimento); Trashed(o ator Jeremy Irons conduz o espectador a uma discussão sobre os riscos causados pelo lixo para a cadeia alimentar e para o meio ambiente); Deus Salve o Verde (a necessidade do homem de trabalhar a terra, mesmo nas grandes cidades, em caminhos possíveis e inovadores); Rios Perdidos (a redescoberta dos rios tamponados por grandes avenidas e a busca da reconexão com esses cursos d’água que viraram sinônimo de esgoto nas cidades); Submissão (os problemas que os produtos químicos podem causar para nossos filhos ainda não nascidos); A Fé nos Orgânicos (soluções inspiradoras para a saúde e para os problemas ambientais); Amargas Sementes (o custo humano da agricultura geneticamente modificada a partir de uma narrativa baseada em personagens emocionantes); Roubando dos pobres (a pesca pirata feita por países desenvolvidos na costa da África privando seus habitantes de sua principal fonte de subsistência), dentre outros.

Cena de "Submissão"

Cena de “Submissão”

Para as crianças, serão exibidos os filmes A Baleia (uma orca que tenta fazer amizade com pessoas depois de perder sua família) e Animais unidos jamais serão vencidos (animais se unem contra uma barragem e um resort que bloqueiam o abastecimento de água da planície africana).

Criada em 2012 com o objetivo de chamar a atenção para questões de meio ambiente, sustentabilidade, cidadania, governança, participação e políticas públicas, a Mostra oferece oportunidade de conferir filmes que reúnem qualidade cinematográfica e análise de questões ambientais, facilitando o acesso a discussões que muitas vezes fazem parte do cotidiano das pessoas sem que elas tenham oportunidade de refletir sobre isso.

2a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental – Itinerância é uma realização da ONG Ecofalante e do Sesc, e conta com apresentação da Mondelēz e patrocínio do Instituto Votorantim e White Martins. O projeto é realizado com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural 2012.

A programação, gratuita, está disponível no site da Mostra. Para acompanhar de perto os bastidores e outras informações, fique de olho no facebook e no twitter.

Advertisements