Circuito Universitário começa no dia 14 de março

A partir de 14 de março, universidades e instituições de ensino da cidade de São Paulo promoverão sessões do filme Trashed – para onde vai o nosso lixo?, seguidas de debate envolvendo professores e profissionais de mercado.

Jeremy Irons em "Trashed"

Jeremy Irons em “Trashed”

O Circuito Universitário envolverá os estudantes na discussão sobre resíduos sólidos, usando como motivador o filme Trashed – para onde vai o nosso lixo?, produção do Reino Unido de 2012 que traz o premiado ator Jeremy Irons numa volta ao mundo em uma conversa global com especialistas, cientistas, ativistas e pessoas comuns afetadas diretamente pelos problemas ocasionados com o lixo, mostrando diferentes nuances do problema. Dirigido por Candida Brady, o longa busca uma reflexão sobre os perigos reais e imediatos que o acumulo de lixo representa à nossa saúde e ao meio ambiente, onde os resíduos sólidos poluem não apenas o solo mas também o ar e a água.

O objetivo é promover o acesso e a reflexão dos universitários a respeito de temas ambientais. “Vamos investir também na formação de público e incentivar a produção audiovisual também nas instituições de ensino, promovendo o debate e facilitando o acesso à informação de qualidade para os futuros gestores e tomadores de decisão,” define o Diretor da Mostra Ecofalante, Chico Guariba.

Estão programadas sessões na Universidade São Judas Tadeu (campi Mooca e Butantã, nos dias 14 e 28 de março, respectivamente), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC, no dia 19 de março), Universidade de São Paulo (USP, no dia 18 de março), Universidade Presbiteriana Mackenzie (no dia 24 de março) e Faculdade Cásper Líbero (no dia 18 de março). Destas, são abertas ao público as sessões realizadas no Mackenzie e na USP. Nas demais instituições, as sessões são exclusivas para os estudantes.

A exibição de Trashed é também um convite para os estudantes assistirem aos outros filmes da Mostra, que serão exibidos em salas de cinema da capital de 20 a 27 de março: Reserva Cultural, Cine Livraria Cultura, Museu da Imagem e do Som – MIS, Cine Olido, Centro Cultural São Paulo, Cinusp Maria Antônia e Matilha Cultural. Toda a programação é gratuita, e os filmes são em sua maioria inéditos no Brasil.

Sessões do Circuito Universitário abertas ao público:

18/03

USP – 19h – Tenda Cultural Ortega Y Gasset

Endereço: Praça do Relógio – Rua do Anfiteatro, S/N – Cidade Universitária – Butantã

24/03

Mackenzie – 19h – Auditório Ruy Barbosa

Endereço: Rua Itambé, 135 – Consolação

A realização da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é possível graças ao apoio do Governo do Estado de São Paulo – Secretaria de Estado da Cultura, Programa de Ação Cultural 2013, através do qual patrocinam o projeto a Eaton e White Martins. O evento conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Programa de Pós-Gradução em Ciência Ambiental da USP (Procam), Instituto de Estudos Avançados da USP, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, Centro Universitário Maria Antônia, Cinusp, Secretaria Municipal de Cultura, Centro Cultural São Paulo, Galeria Olido, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas, Rede Nossa São Paulo, Instituto Pólis, Instituto Pepsico, Instituto Akatu, Matilha Cultural, Le Monde Diplomatique Brasil, Revista Piauí, Instituto Envolverde, Rádio Eldorado, Rádio Estadão e Catraca Livre.

Advertisements