Cinema no Largo da Batata no Dia Mundial da Água

Dia 22 de março, sábado, Dia Mundial da Água, o Largo da Batata, em Pinheiros, abriga uma sessão da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. Num telão em espaço aberto, o público poderá assistir gratuitamente, a partir das 19h, ao filme “Marca d’Água”, inédito no Brasil, e ao curta “Paulicéia Canta, TYE-TÊ!”. Além de proporcionar a reflexão sobre a questão da relação do homem e da cidade com a água, a sessão reforça o caráter do local como espaço público de encontro para os paulistanos.

“Marca d’Água”, produção canadense de 2013 inédita no Brasil, reúne diversas histórias de todo o mundo sobre nossa relação com a água: como somos atraídos a ela, o que podemos aprender com ela, como a utilizamos e as consequências dessa utilização. O curta metragem “Paulicéia Canta, TY-ETÊ!”, dirigido por Céu D’Ellia, tem como protagonista o principal rio da cidade, o Tietê, e mostra como a arte pode despertar a vida. A sessão comemora o dia da água e busca despertar reflexões sobre a importância deste recurso natural finito e indispensável à vida humana.

Cena do filme "Marca d'Água"

Cena do filme “Marca d’Água”

A atividade apoia e é apoiada pelo movimento A Batata Precisa de Você, que desde o início de 2014 vem promovendo atividades que reforçam a possibilidade de converter um grande espaço de passagem em local potencial de encontros e socialização.

Celebrado mundialmente desde 22 de março de 1993, o Dia Mundial da Água foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Eco-92, com o intuito de abordar os problemas relacionados aos recursos hídricos e promover o debate.

A 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental acontece na cidade de São Paulo de 20 a 27 de março, trazendo filmes inéditos no país. As produções são exibidas em sete salas de cinema da capital: Cine Livraria Cultura, Reserva Cultural, Museu da Imagem e do Som, Cine Olido, Centro Cultural São Paulo, Cinusp Maria Antônia e Matilha Cultural. As sessões são gratuitas.

Cena da animação "Paulicéia Canta, TYE-TÊ"

Cena da animação “Paulicéia Canta, TYE-TÊ”

A realização da Mostra é possível graças ao apoio do Governo do Estado de São Paulo – Secretaria de Estado da Cultura, Programa de Ação Cultural 2013, através do qual patrocinam o projeto a Eaton e White Martins. O evento conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Programa de Pós-Gradução em Ciência Ambiental da USP (Procam), Instituto de Estudos Avançados da USP, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, Centro Universitário Maria Antônia, Cinusp, Secretaria Municipal de Cultura, Centro Cultural São Paulo, Galeria Olido, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas, Rede Nossa São Paulo, Instituto Pólis, Instituto Pepsico, Instituto Akatu, Matilha Cultural, Le Monde Diplomatique Brasil, Revista Piauí, Instituto Envolverde, Rádio Eldorado, Rádio Estadão e Catraca Livre.

A programação completa da Mostra pode ser acessada no site www.ecofalante.org.br/mostra e pelo aplicativo, disponível para android e iPhone.

SERVIÇO

DIA DA ÁGUA – Sessão de Cinema no Largo da Batata

Data: 22/03/2014

Horário: 19h

Local: Largo da Batata (Metrô Faria Lima)

Sinopses dos filmes:

Paulicéia Canta, TY-ETÊ! Direção: Céu D’Ellia | Brasil | 2013 | 2’ | Produção: Céu D’Ellia  |Roteiro: Roney Freitas | Animação: Sandro Cleuzo | Animação Digital: Gil Caserta | Animação Adicional: Carlos Luzzi | Concepção Visual: Alê Abreu & NUPA | Cenários: Angelo Bonito | Trilha Sonora: Fabio Góes | Sinopse: Tendo como palco o principal rio da cidade de São Paulo, o Rio Tietê, vemos como a arte pode despertar a vida.

Marca d’Água (Watermark) Direção: Jennifer Baichwal & Edward Burtynsky | Canadá | 2013 | 90′ | Produção: Nicholas de Pencier | Roteiro: Jennifer Baichwal | Fotografia: Nicholas de Pencier | Edição: Roland Schlimme | Sinopse: Todo ser vivo necessita de água. Nós, humanos, interagimos com ela em uma miríade de formas, várias vezes ao dia. Mas com que frequência consideramos a complexidade dessa interação? E, exceto quando confrontado por sua escassez, quando meditamos sobre sua onipresença na criação, manutenção e enriquecimento da vida? Marca d’Água reúne diversas histórias de todo o mundo sobre nossa relação com a água: como somos atraídos a ela, o que podemos aprender com ela, como a utilizamos e as consequências dessa utilização. | Inédito no Brasil | A diretora já participou do Festival de Sundance com Payback (2012) e Manufactured Landscape (2007) | Principais Festivais e Prêmios: Festival de Berlim – Alemanha; Festival de Toronto – Canada | Site oficial: http://burtynsky-water.com/watermark/trailer/ |Trailer: https://vimeo.com/86040282

Advertisements