Os animais e o homem

“É interessante notar como evolui a relação do Homem com os animais e a natureza ao longo de seu ciclo de vida. Ao ocuparem as páginas de livros, as fábulas e as cantigas, os animais ensinam-nos a ser mais humanos em nosso imaginário infantil. Quando crescemos, esse mundo em que os animais pensam, falam e sentem dá lugar a relações mercadológicas, posto que o Homem é o centro do universo e todos os recursos planetários devem ser utilizados para satisfazer suas necessidades e desejos”, define a economista Ianiê Takaes Santos em texto do catálogo da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental.

Questões envolvendo a relação do homem com os animais estão presentes em três filmes da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental: “Blackfish – Fúria Animal”, “O Homem Vaca” e “Os Sub-Humanos”.

“Blackfish – Fúria Animal”, produção norte americana de 2013 aborda a história de Tilikum, a principal baleia orca do parque temático SeaWorld, em Orlando, responsável pela morte de três pessoas. Imagens fortes e entrevistas emocionantes compõem este documentário, que explora o comportamento da espécie, o tratamento cruel no cativeiro, além de recuperar as trajetórias e mortes dos treinadores, pilares de uma indústria multibilionária. O filme convida o espectador a repensar a nossa relação com a natureza e explicita o quão pouco os humanos estão dispostos a aprender com esses mamíferos.

Cena de "Blackfish - Fúria Animal"

Cena de “Blackfish – Fúria Animal”

“Os Sub-Humanos”, produção alemã de 2013, aborda os desafios morais de nossa civilização, trazendo o cotidiano de 40 chimpanzés que sobreviveram a experimentos com o vírus HIV e vivem num safari hermeticamente fechado na Áustria. Traumatizados, altamente agressivos e mentalmente isolados, fazem parte de um projeto de reabilitação onde reaprendem a se tornar macacos.

Redemption_impossoblemonor

“O Homem Vaca”, filme do Reino Unido de 2013, mostra a escolha do leiteiro Stephen Hook de ignorar os supermercados e vender diretamente a seus clientes seu leite orgânico. Ele espera, permanecendo pequeno, manter o ótimo relacionamento que possui com suas 55 vacas, em especial com Ida, a rainha do rebanho. Uma história sobre os laços entre fazendeiro, animal e campo numa Inglaterra que vem desaparecendo rapidamente.

Cena de "O Homem Vaca"

Cena de “O Homem Vaca”

Já o filme “Fukushima: Um Registro de Coisas Vivas”, produção japonesa de 2013, busca desvendar o que aconteceu com os animais selvagens que não tinham para onde ir após o grande terremoto do leste do Japão. Substâncias radioativas que se espalham por áreas restritas e não restritas estão afetando não apenas os animais selvagens, como andorinhas, vacas, ratos do campo, toupeiras, javalis, porcos selvagens e macacos japoneses, mas também animais de fazenda e de estimação. Este filme documenta o que está acontecendo nas áreas contaminadas pela radiação.

Confira locais e horários das sessões dos filmes na programação, em nosso site, ou pelo aplicativo para Android e iPhone.

A realização da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é possível graças ao apoio do Governo do Estado de São Paulo – Secretaria de Estado da Cultura, Programa de Ação Cultural 2013, através do qual patrocinam o projeto a Eaton e White Martins. O evento conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Programa de Pós-Gradução em Ciência Ambiental da USP (Procam), Instituto de Estudos Avançados da USP, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, Centro Universitário Maria Antônia, Cinusp, Secretaria Municipal de Cultura, Centro Cultural São Paulo, Galeria Olido, Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas, Rede Nossa São Paulo, Instituto Pólis, Instituto Pepsico, Instituto Akatu, Matilha Cultural, Le Monde Diplomatique Brasil, Revista Piauí, Instituto Envolverde, Rádio Eldorado, Rádio Estadão e Catraca Livre.

Advertisements