Oriente-se pelas salas de exibição

A 4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental traz mais de 60 filmes em seus programas, a maioria inéditos no Brasil e que não entram em cartaz no circuito comercial. Para aproveitar melhor os dez dias de exibições – de 19 a 29 de Março -, oriente-se pela programação das salas:
Reserva Cultural (Av. Paulista, 900 – Bela Vista) – Abrigará todos os filmes da Mostra Contemporânea Internacional, com 35 títulos, incluindo os debates temáticos, e contará com a presença de diretores dessa seção. Os filmes são classificados nas temáticas cidades, energia, biodiversidade, recursos naturais, consumo e povo e lugares, e já foram exibidos em grandes festivais como Berlim, Tribeca, Sundance, Cannes, Locarno, Hot Docs, CinemAmbiente, dentre outros. No Reserva ocorre também a Cerimônia de Premiação da Competição Latino Americana.
Caixa Belas Artes (R. da Consolação, 2423 – Consolação) – Receberá a sessão nobre dos filmes da Competição Latino-Americana, com presença dos diretores, e a Homenagem ao cineasta Jorge Bodanzky, numa retrospectiva que reúne títulos importantes do moderno documentarismo mundial, como é o caso de “Iracema – Uma Transa Amazônica” (1974, codirigido com Orlando Senna), ao lado de trabalhos mais recentes, ainda de pouca circulação. No total, são sete obras presentes.
01

“Iracema – Uma Transa Amazônica” (Brasil, 1974, 90′), filme do homenageado Jorge Bodanzky

Cinemateca Brasileira (Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino) – Abrigará toda a Mostra Histórica, que esse ano tem como protagonistas dos filmes rios como o Nilo, Tennessee, Amazonas e Tietê, sobre os quais se debruçaram os diretores Elia Kazan, Glauber Rocha, Youssef Chahine, Ozualdo Candeias e Silvino Santos. Inclui uma sessão ao ar livre de Um Dia, O Nilo, filme raro vindo da Cinemateca Francesa. Aqui haverá também sessões da Homenagem, além de reprise de alguns filmes da Mostra Contemporânea.
Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso) – Abrigará nossa programação especial sobre a crise da água, com os filmes A Crise Global da Água e Quem Controla A Água?. Terá reprises da Mostra Contemporânea e a repescagem dos filmes da Competição Latina após a premiação.
Cine Olido (Avenida São João, 473 – Centro) – Reprise dos filmes da Competição Latina, da Homenagem e de alguns dos filmes da Mostra Contemporânea.
A 4ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é uma realização da ONG Ecofalante, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São Paulo, com patrocínio da Pepsico e da White Martins, apoio da Eaton, do Instituto Votorantim e do Heritage Comfort Inn, e apoio institucional do PNUMA, Prefeitura de São Paulo, Instituto Akatu, Instituto Pólis, Rede Nossa São Paulo, Procam/USP, Le Monde Diplomatique Brasil, Instituto Envolverde, Rádio Eldorado/Estadão, Catraca Livre e Revista Piauí.
Acompanhe os canais da Mostra:
Advertisements