Mostra Ecofalante começa exibições para colégios e escolas técnicas

Sessões terão início em 22/03 e seguem até maio com filmes e debates de temática socioambiental

A primeira sessão de cine-debate para colégios e escolas da 5ª Mostra Ecofalante acontecerá na próxima terça-feira, 22 de março. Será no Cine Caixa Belas Artes, para alunos do Colégio São Luís, da capital de São Paulo.  O filme exibido, “Trashed – Para Onde Vai O Nosso Lixo? ”, aborda a questão dos resíduos sólidos no mundo, seu descarte inadequado e as consequências para a saúde das pessoas e do planeta. Esse tema depois será debatido com os estudantes a partir de uma abordagem transversal, mediada por professores de diversas áreas.

Já estão agendadas outras 17 sessões nos próximos dois meses, nos colégios Oswald, Bandeirantes e Santa Cruz, e nas Escolas Técnicas Estaduais (ETECs) Martin Luther King, Prof. Aprígio Gonzaga, Getúlio Vargas e SEBRAE. Outros filmes escolhidos pelos educadores para as atividades são “A Escala Humana”, documentário da vida moderna nas cidades sob a perspectiva do arquiteto dinamarquês Jan Gehl, e “A Tragédia do Lixo Eletrônico”, que investiga a rota de descarte das 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico produzidas todo ano no mundo. Devem acontecer ainda sessões em mais 15 colégios e ETECs, com datas e filmes em definição.

O papel educativo dos filmes exibidos na Mostra Ecofalante tem se tornado cada vez mais importante para o festival. “A Mostra Escola promove o contato com um tipo de produção e informações que antes ficavam restritos a frequentadores dos cinemas da cidade. Além da importância para os alunos, ela reflete nosso objetivo principal de democratizar o acesso a filmes de alta qualidade que levantam questões relevantes para o exercício da cidadania” diz Chico Guariba, diretor.

Sessão infantil da 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

Sessão infantil durante a 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

Os filmes promovem uma imersão nos temas de maneira singular e lúdica, permitindo um entendimento panorâmico e rápido das questões muito complexas. A reflexão se mostra mais profunda e a participação mais interessada no debate. Já participaram das atividades promovidas pela Ecofalante mais de 10 mil alunos, de diversos colégios de São Paulo. É desenvolvido ainda um trabalho direto com os professores: desde 2014, cerca de 700 profissionais de ensino participaram de oficinas de formação promovidas pela Ecofalante, que abordam o uso pedagógico do audiovisual e questões específicas levantadas pelos filmes.

Acontece também neste primeiro semestre de 2016 o Circuito Universitário da 5ª Mostra Ecofalante, levando sessões de cinema e debate a nove instituições de ensino superior da Grande São Paulo. Foram feitas exibições na Faculdade de Saúde Pública da USP, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP, na Universidade São Judas Tadeu e no Senac Santo Amaro. As próximas a receberem a Ecofalante são a Faculdade Cásper Líbero, a Fundação Armando Álvares Penteado, a Escola Superior de Propaganda e Marketing, a Universidade Presbiteriana Mackenzie e a Fundação Getúlio Vargas.

​A 5ª Mostra Ecofalante é uma realização da ONG Ecofalante, possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São Paulo, com patrocínio da White Martins e da Reciclo Pepsico e correalização da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo e pela Spcine. A Mostra tem apoio institucional do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Embaixada da França no Brasil, Institut Français, La Cinémathéque Française, Le Monde Diplomatique Brasil, Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo, Observatório do Clima, SOS Mata Atlântica, Greenpeace, Instituto Socioambiental (ISA), Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto Akatu, Instituto de Energia e Ambiente (IEE)/USP, Rede Nossa São Paulo, Instituto Envolverde, Catraca Livre e Rádio Eldorado.​

Acompanhe a Mostra nas redes:

fb.com/mostraecofalante

ecofalante.org.br

@MostraEco

Advertisements