“O Desafio do Trabalho” em debate na Mostra Ecofalante

Reserva Cultural exibe cinco filmes sobre o tema que preocupa todo o mundo

O modo de produção cada vez mais mecanizado na maioria dos setores da economia aumenta a pressão sobre os trabalhadores para produzir mais por remuneração menor. Este é um dos aspectos que estará em pauta nesta quinta-feira, 08 de junho, no debate “O Desafio do Trabalho” promovido pela Mostra Ecofalante. Uma sessão dupla antecede o evento aberto ao público no Cine Reserva Cultural, que terá mais exibições de filmes sobre o mesmo tema à tarde e à noite.

Outros eixos temáticos da Mostra Contemporânea Internacional, a Competição Latino-Americana e o Concurso Curta Ecofalante também têm atrações em diversas salas da cidade. 

Todas as informações sobre os filmes, salas, datas e horários podem ser facilmente conferidas na página www.ecofalante.org.br/mostra.

 

TRABALHO EM DEBATE

As sessões de filmes e dos debates relacionados aos eixos temáticos da Mostra Contemporânea Internacional da Mostra Ecofalante são realizadas no Cine Reserva Cultural, Av. Paulista, 900.

  • O Desafio do Trabalho é o tema que vai ser debatido a partir de 20h30 desta quinta-feira. Participam a professora Ludmila Costhek Abílio, especializada em relações entre exploração do trabalho e financeirização; o professor da Unicamp Ricardo Antunes, um dos principais nomes da Sociologia do Trabalho no Brasil; e Silvia Viana, pesquisadora de temas ligados à ideologia, indústria cultural, consumo, trabalho e subjetividade.
  • Antecede o debate sessão dupla, às 19h00, com exibição do curta-metragem Consumido, sobre a cadeia de produção e as impressões dos trabalhadores da China e da Coreia do Sul, e do longa Brumário, sobre a transformação do mundo do trabalho na França a partir do fechamento da última mina de carvão.

  • Do mesmo eixo temático “Trabalho”, às 15h será exibido Algo de Grandioso, documentário francês em preto e branco que segue a vida de quatro trabalhadores na construção de uma estrutura de tratamento de esgoto, destacando a solidariedade e as demonstrações de afeto existentes mesmo em um ambiente preconcebido como rude e grosseiro. INÉDITO NO BRASIL.
  • A atração das 17h é o sul-coreano Complexo Fabril, que aborda a vida das mulheres da classe trabalhadora que se dedicam à indústria têxtil a partir da década de 1960 e termina no Camboja, onde se encontra hoje a repetição da mesma história de trabalho não-regular e marginalizado. INÉDITO NO BRASIL.
  • Depois do debate, às 22h, tem a sessão de Gigante. O premiado documentário retrata com imagens impressionantes a rápida devastação de pastos verdejantes, que sustentaram por séculos as tradicionais atividades pastoris, substituídos pela terra arrasada deixada no rastro da exploração intensiva de minas de ferro e carvão no interior da Mongólia.

OUTROS TEMAS NA MOSTRA CONTEMPORÂNEA

A Mostra Contemporânea Internacional tem mais cinco sessões na Sala Lima Barreto do Circuito SpCine Centro Cultural São Paulo e no Circuito Spcine Olido.

  • 15h, Circuito Spcine Olido – Sonhos Conectados, do eixo temático “Economia”, resgata com raras imagens de arquivo o fervoroso utopismo desencadeado na imaginação pública pelo cinema, a TV e o telefone quando eram novidade há um século – a promessa da comunicação total, da aniquilação da distância, o fim da guerra. Mas surgiam, também, receios sobre a erosão da privacidade, segurança, moralidade. INÉDITO NO BRASIL.
  • 16h, Sala Lima Barreto – Os Libertadores, do eixo “Alimentação & Gastronomia”, aborda a agricultura alternativa e seu comércio, focalizando fazendas de pequena escala, dirigida por famílias, e como o solo desempenha um papel importante para uma agricultura sustentável. INÉDITO NO BRASIL.

  • 17h, Circuito Spcine Olido – Samuel Entre as Nuvens, do eixo “Mudanças Climáticas”, focaliza um senhor operador de teleférico nas altas montanhas da Bolívia. Por gerações sua família viveu e trabalhou nas montanhas nevadas, mas agora a neve falha em retornar. Enquanto cientistas constatam as mudanças climáticas, seu povo ora aos antigos espíritos da montanha. INÉDITO NO BRASIL.
  • 18h, Sala Lima Barreto – Até o fim da Terra, do eixo “Contaminação”, tem participações de personalidades como Naomi Klein, escritora e ativista canadense, autora de “No Logo”. Mostra que, com a redução da produção convencional de petróleo, ocorre a expansão de formas mais perigosas de extração de recursos, que consomem muito mais energia do que pensamos – a exemplo do fracking. INÉDITO NO BRASIL.
  • 20h, Sala Lima Barreto – Desejo de Carne, do eixo temático “Alimentação & Gastronomia”, é documentário bem humorado no qual a apresentadora da TV holandesa e diretora do filme Marijn Frank explora o dilema entre o amor pela carne e os argumentos racionais contra os produtos da indústria de proteína animal.

AMAZÔNIA

No Caixa Belas Artes tem mais uma sessão do Panorama Histórico A Amazônia no Imaginário Cinematográfico Brasileiro, com a exibição às 16h de Avaeté – Semente da Vingança, de Zelito Viana. Baseado em fatos reais da década de 1970, quando um grupo de pistoleiros, a mando de uma grande empresa, massacra uma aldeia inteira de índios avaetés para tomar posse das terras, na floresta amazônica.

COMPETIÇÃO LATINO-AMERICANA

As exibições de curtas e longas da Competição Latino-Americana estão em sete salas de várias regiões da cidade de São Paulo, com sessões GRATUITAS a partir de 10h da manhã! Você pode assistir aos filmes e votar nos que mais curtiu! Veja as salas e horários: 

  • Cine Caixa Belas Artes – 18h30
  • Circuito Spcine Cidade Tiradentes – 19h30
  • Circuito Spcine Roberto Santos – 19h
  • Fábrica de Cultura Brasilândia – 15h
  • Fábrica de Cultura Capão Redondo – 19h
  • Fábrica de Cultura Jardim São Luís – 10h e 15h
  • Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha – 10h

CONCURSO CURTA ECOFALANTE

O público pode votar também nas produções de estudantes universitários e do ensino médio que participam do Concurso Curta Ecofalante. A Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha tem sessão com os seis curtas concorrentes nesta quinta-feira às 15h!

A programação completa, incluindo endereços das salas em www.ecofalante.org.br/mostra.

Serviço:

debates da 6ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

1º a 13 de junho de 2017, em diversos horários

entrada franca

LOCAIS:

Cine Reserva Cultural –  Av. Paulista 900, Bela Vista, São Paulo, tel (11) 32873529

Cine Caixa Belas Artes – Rua da Consolação 2423, Consolação, São Paulo, tel (11) 2894.5781

realização: Ecofalante, Ministério da Cultura, Governo Federal, Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo

correalização: Spcine e Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo

patrocínio: Sabesp e Pepsico

apoio: Goodyear, White Martins, Guarani – Mais que Açúcar e Instituto Clima e Sociedade

Lei de Incentivo à Cultura e Programa de Apoio à Cultura (ProAC).

facebook.com/mostraecofalante

twitter.com/MostraEco

instagram.com/mostraecofanlate

www.ecofalante.org.br/mostra

Advertisements